Sunday, May 4, 2014

4 de Maio

27 cm mais eu

Eu sempre fui meio estranha quando se trata de cabelos... Não acho que fui sempre meio estranha e ponto, a minha preferência capilar apenas reflete as minhas estranhezas, honestamente acho que homens deveriam ter cabelos grandes e mulheres cabelos curtos.
Acho também, que é por conta dessa preferência minha, que  meus cabelos nunca cresceram além do meu ombro...  Seria hipocrisia de mais preferias mulheres de cabelos curtos e adornar minha vazia cabecinha com longos fios de cabelo, além de que eu A-DO-RO cortar cabelo, então sempre mantive ele em uma altura mediana mais pro curto ...
Bem  Isso até um tempo atrás.
Ano retrasado eu resolvi deixar meu cabelo crescer, ver como eu me sentiria de cabelos grandes, senti uma vibe sansão e pensei comigo mesma, CRESCE DESGRAÇA!   
Essa foi mais ou menos a época que eu fiquei muito mal, a depressão alcançou meus calcanhares, me puxou  e me fez tropeçar. Fui de cara na tristeza e me lambuzei de solidão.
Brincadeiras a parte, foi uma época bem ruim, e eu me sentia bem com meu cabelo maior... Fazia-me sentir um pouco segura, por que eu tinha desculpa de ficar horas no chuveiro ‘lavando o cabelo’ e secando o cabelo... Eu podia me apoiar nessas desculpas para ficar um pouco sozinha e deixar aquele pequeno buraco negro expandir dentro de mim.  
Depois de um tempo, de muita reflexão e terapia,  eu consegui domar meus sentimentos e me levantei do estado em que eu estava, eu comecei a buscar mudança.
 Mudei minha rotina alimentar, mudei minha forma de enxergar as coisas, e pela primeira vez em quase vinte e dois anos eu podia me olhar no espelho e ver alguém que valesse a pena. Eu me via como alguém... Bonita.
Ou o mais parto de bonita que eu consigo chegar.
Minha ideia era deixar meu cabelo crescer Ad aeternum, ou seja, crescer até onde ele não conseguisse mais crescer (insira aqui um high five pra quem conhece o musical Hair), e isso era um plano! Um bom plano... Até que...
Eu vi uma página no Facebook, nas páginas sugeridas mesmo, do "Cabelegria". Com as palavras do próprio site:
O Cabelegria é um projeto voluntário de arrecadação de doações de cabelo, para confecção de perucas para crianças com câncer que estejam em tratamento quimioterápico. Sabemos da importância da autoestima durante o tratamento e por isso nós temos como missão levar sorrisos e autoestima através de perucas.


Então eu olhei o site, olhei a página e foi como um estalo, um trovão, uma coisa dentro de mim acordou e antes mesmo de eu sair do facebook, eu já tinha me decidido, aquele cabelo grande que me deu segurança quando eu precisava, que segurou a minha barra quando eu tava na pior,  vai ser o cabelo que vai dar segurança a outra pessoa.
 Foi uma decisão muito fácil até, mesmo que agora, depois do cabelo cortado eu estou completamente amando minha nova vibe de cabelinhos curtos.
A verdade é que eu estou feliz, eu sei que eu não só cortei meu cabelo para me ajudar a me sentir renovada, mas também vou ajudar outra pessoa. Isso me faz  um pouco mais feliz... Um pouco mais eu. 27 cm mais eu para ser exata.

Esse é o processo do corte do meu cabelo. Depois eu arrumei o bixo todo, cortei um pouco mais para dar um corte retinho que eu prefiro, e té me aventurei em fazer uma franjinha. 



No comments:

Post a Comment